15 de dezembro de 2008

A Importância da Literatura





Desde que o homem estuda as artes por ele mesmo produzidas,a função da literatura tem sido bastante discutida.Para a conscientização dos leitores e melhor desenvolvimento do tema é pertinente a reafirmação da importância da literatura como instrumento de educação e formação do homem.
Antonio Cândido diz que a literatura não corrompe nem edifica, mas humaniza em sentido profundo porque faz viver. E afirma:

A literatura pode formar; mas não segundo a pedagogia oficial. [...], ela age com o impacto indiscriminado da própria vida e educa com ela. Dado que a literatura ensina na medida em que atua com toda a sua gama, é artificial querer que ela funcione como os manuais de virtude e boa conduta. E a sociedade não pode senão escolher o que em cada momento lhe parece adaptado aos seus fins, pois mesmo as obras consideradas indispensáveis para a formação do moço trazem freqüentemente aquilo que as convenções desejariam banir [...]. É um dos meios por que o jovem entra em contato com realidades que se tenciona escamotear-lhe.”



Visto a importância da literatura como formadora do homem, ainda pela visão de Antônio Candido, ela tem também a função social, que diz respeito à identificação do leitor e de seu universo vivencial representados na obra literária.

A literatura é a transfiguração do real, é nela que estão retratados os sentimentos humanos e as diversas formas de relação do homem com aquilo o que sente. Na literatura está às verdades de uma mesma condição humana, o que possibilita ao homem, ao ver seus costumes retratados, uma reavaliação da postura que assume. Ler é criar consciência do que somos, é examinar o mundo em que vivemos para transformá-lo no mundo em que gostaríamos de viver...

Sobre a importância da literatura na formação da sociedade, encontrei na internet um texto do escritor peruano Mário Vargas Llosa que vem ao encontro do exposto. Na narrativa o autor discorre sobre a importância do exercício literário, apresentando alguns argumentos contra a idéia da literatura como mero passatempo, evidenciando a leitura como uma atividade insubstituível para a formação de cidadãos na sociedade moderna e democrática e também como força motriz de progresso.

Ler é libertação, pois nada nos protege melhor da tirania, da estupidez do sectarismo religioso ou político e da ignorância, do que o conhecimento. Nos livros estão registrados toda a consciência da humanidade e é através deles que tornamo-nos humanos mais conscientes.
Pense nisso e leia...

_________________________________
Saiba mais:
http://revistaepoca.glob.com

http://ilhas.blogspot.com

http://recantodasletras.uol.com.br
_________________________________

7 comentários:

  1. Concordo com Vargas Lhosa, claro que a literatura tem esse lado prazeroso, mas não podemos atribuir a esse fator a importância da literatura, pois, a menos que vivêssemos em uma sociedade ágrafa, não necessitaríamos da leitura. Além disso, ao se falar em linguagem, que pode conter uma literatura,devemos levar em conta as várias formas de expressão da linguagem, sendo que a escrita é uma delas. A verdadeira importância da literatura é que ela permite o desenvolvimento da leitura, já que cada um tem uma forma de ler e compreender o que lê e a partir da leitura é possível aprender e apreender o mundo.

    ResponderExcluir
  2. escola raga gabaglia
    nome:leonides fabio dias do nascimento
    nomero:35
    tuema:1010 Desde que o homem estuda as artes por ele mesmo produzidas,a função da literatura tem sido bastante discutida.Para a conscientização dos leitores e melhor desenvolvimento do tema é pertinente a reafirmação da importância da literatura como instrumento de educação e formação do homem.
    Antonio Cândido diz que a literatura não corrompe nem edifica, mas humaniza em sentido profundo porque faz viver. E afirma:


    a literatura e muito importante nas escolas moternas

    ResponderExcluir
  3. Concordo com Antonio Candido quando ele diz:"A literatura pode formar, mas não segundo a pedagogia oficial".Pois o exercicio de leitura nos encisa a conhecer o mundo de um aspecto diferenciado, mas devemos reconher que o ser Humano esta atrelado à uma dificuldade que é a escrita, ou seja, ele lê mas quando vai expressar em um papel se encontra em um labirinto não conseguindo expor com suas palavras o entendimento que obteve de um texto ou livro, portanto, pecebemos que falta pedagogia para o ser Humano, onde ele deve reconhecer que alem da leitura, precisa exercitar mais à escrita para ter um bom desenvolvimento literario e pedagógico.

    ResponderExcluir
  4. Angela,

    Quando você escreve: "Literatura como [forma] dora", não dá uma ideia de amoldar, adaptar ao molde ou modelo? Quando os leitores se envolvem com a literatura não estarão eles sendo modelados pelos criadores de uma ideologia literária? Não podemos ser inocentes, pois a obra literária é criada de acordo com a visão ideológica, política, econômica etc de uma sociedade. Quem são os detentores do saber literário? O que dizer das editoras quando escolhem uma obra para editar?

    ResponderExcluir
  5. Eu, pessoalmente,tambem concordo com esta citacao, porque atraves da leitura dos textos literarios, os leitores possam imaginar o que aconteceu, acontecendo, e ira acontecer, portanto os texto literarios tem importancia, enquanto ao lerem.

    ResponderExcluir

PARTICIPE! COMENTE ESTE POST...